domingo, 6 de setembro de 2009

Vinicius de Moraes - Poesias - 1959

Vinicius de Moraes

Produção: Irineu Garcia

DOWNLOAD






-----------------------------
Faixas
01 - O Mergulhador (Vinicius de Moraes)
02 - Soneto Nr. 2 - De Meditacao (Vinicius de Moraes)
03 - Os Acrobatas (Vinicius de Moraes)
04 - A Hora Intima (Vinicius de Moraes)
05 - Receita de Mulher (Vinicius de Moraes)
-----------------------------

CONTRA-CAPA:

Está na voz uma das mais ricas e das mais singulares expressões do mistério da personalidade. No princípio era o Verbo - diz a Bíblia - e no Verbo se fundou o mundo da criação. A poesia, segundo Novalis, é a fundação do ser pela palavra. Por muito tempo, porém, só a palavra escrita esteve ao alcançe do grande público. Hoje, a técnica realiza o milagre de trazer até cada um dos leitores, enriquecidos com a condição de ouvintes, a palavra oral, falada. Quando se trata da palavra do próprio poeta, como neste disco, então o que se acrescenta é uma nova e poderosa dimensão para a comunicação poética. No caso, o que aqui temos é um poeta que, sobre ser grande e único, é também um mestra na arte de dizer seus versos. Os excelentes poemas de Vinicius de Moraes ganham, na sua voz personalíssima e íntima, uma carga de emoção e beleza que a simples palavra escrita está longe de poder transmitir. Eis o importante e sutil alcance de uma gravação como esta, empreendida pela iniciativa feliz de Irineu Garcia: o disco traz até cada um de nós, mais do que a poesia, a companhia, pela voz do próprio poeta. O que se faz, com efeito, é multiplicar sem limites a possibilidade de convívio de Vinicius de Moraes com cada um dos que constituem o seu numeroso público. Ouvir Vinicius, na sua própria interpretação, é um privilégio que está agora ao alcance de todos, graças a este disco que contém uma esplêndida seleção do que há de melhor na obra do autor de "O caminho para a distância". Agora, já não basta ler Vinicius de Moraes. É preciso ouvir-lhe a voz, voz de poeta, comunicativa e humana, numa mensagem lírica que se faz, aqui, de pessoa, a pessoa, e com um acento carinhoso e singular que passa a ser essencial ao bom entendimento do Poeta.

Otto Lara Resende

6 comentários:

Luiza disse...

Esse blog é muito bom, parabéns!
Mas o link desse álbum está inválido, teria como mandar p/ meu e-mail?
luiza.u2.u2@hotmail.com

abraços

Gabriel Rodrigues disse...

Pena que o disco não está mais disponível =/
Se alguém encontrar um link por favor postar

Erik dos Reis disse...

Obrigado, Luiza!
Link restaurado!
Um abraço.

Erik dos Reis disse...

Valeu Gabriel.
Link OK.

Luiza disse...

Obrigada!!!

Erik dos Reis disse...

Disponha.